20 de fevereiro de 2018

Na volta do Encontro Mensal de Carros Antigos , lançamento do fanzine "Betinho Moraes"

O Encontro Mensal de Carros Antigos, tradicional evento de São Caetano do Sul, está de volta em 2018. No próximo domingo, 25/02, colecionadores e entusiastas de automóveis clássicos e raros se reunirão em amplo estacionamento atrás do teatro Paulo Machado de Carvalho, ao som de muito rock sob a batuta do grande Ricardo "Rick and Roll" Martins, que fará a discotecagem do evento e levará muito vinil para a venda do vasto acervo de sua tradicional loja "Rick and Roll". O próprio Rick me convidou para participar do encontro e estarei presente com itens de memorabilia e gibis. E aproveitarei a oportunidade para lançar oficialmente o fanzine "Betinho Moraes - Um guitarrista com a Corda Toda", já mencionado e mostrado aqui. Maiores informações no folder acima.

19 de fevereiro de 2018

Fotos do 34º Prêmio Angelo Agostini e Entrevista no Universo Rick da TV ABC Repórter ( na Coluna Alma de Almanaque)





Voltando às atividades no site Colecionadores de HQs do meu amigo Renato Frigo, publiquei os dois últimos eventos que fui lá na minha coluna Alma de Almanaque: o 34º Prêmio Angelo Agostini, ocorrido no início do mês e que premiou como mestres dos quadrinhos Jal e Floreal, entre outros, e a entrevista sobre quadrinhos que concedi no programa Universo Rick, do chapa Ricardo "Rick and Roll" Martins, na TV ABC Repórter. No Agostini, mais papeei do que fiz a cobertura - daí as poucas fotos. Mas consegui boas tomadas da ótima exposição montada para a ocasião com trabalhos uruguaios. Já a entrevista, embora já tenha postado aqui no blog, fica como registro. Links abaixo.
E viva as HQs!


http://colecionadoresdehqs.com.br/entrevista-marcos-massolini-fala-sobre-sua-relacao-com-as-historias-em-quadrinhos/

http://colecionadoresdehqs.com.br/fotos-do-34o-premio-angelo-agostini/

16 de fevereiro de 2018

8º Encontro de Colecionadores de Carros em Miniaturas, amanhã no centro de São Caetano


Faz um tempo que o Alê Michelacci me convida para dar uma passadinha no Encontro de Colecionadores de Carros em Miniaturas no Centro de São Caetano. Amanhã rola a 8ª edição e vou  fazer o possível para ir, pois pelo que dizem na cidade, o evento está pegando no breu e se fixando como um dos mais interessantes para os colecionadores e entusiastas da região. Além dos carrinhos, que é o foco principal, também estarão presentes coleções/colecionadores de estátuas e dioramas. O encontro ocorre na esquina das Ruas Baraldi e Manoel Coelho, na Banca Portugal,  a partir das 9hs e quem puder levar 1kg de alimento não perecível, os organizadores agradecem. Vamos conferir mais essa alternativa cultural e de entretenimento pois é uma iniciativa mais do que bem vinda para agitar e estimular o velho centro da cidade.

14 de fevereiro de 2018

As capas de discos vistas pelo russo Igor Lipchanskiy

As capas de discos, como a fotografia e as artes plásticas, conseguem transmitir a quem os observa,  uma história, um conceito ou mesmo uma cena congelada de um momento importante, todas elas em um espaço geralmente quadrado/retangular limítrofe. O disco ainda tem a opção da contracapa. O russo Igor Lipchanskiy foi além e usando sua imaginação carregada de humor e criatividade, produziu apêndices divertidíssimas para algumas clássicas (nem todas) capas de discos, com a participação decisiva dele mesmo nas cenas. Vejam o resultado destes "puxadinhos" anárquicos.















Querem ver mais capas? acessem a página do Igor no Instagram:

https://www.instagram.com/igor.lipchanskiy/?hl=pt-br

9 de fevereiro de 2018

Entrevista no "Universo Rick" da TV ABC Repórter ( 08/02/2018 - íntegra)

Como mencionei ontem, tive a oportunidade de ser entrevistado no "Universo Rick", programa cultural do grande Ricardo "Rick and Roll" Martins, produtor e agitador cultural aqui da região do ABC. Não consegui mostrar tudo o que levei - pois como disse o Rick, precisaria de uns tr|ês programas pelo menos - mas o bate-papo fluiu muito bem e conseguimos falar, entre outras coisas, do início da HQ no Brasil ( comercialmente falando - não citei o pioneiro Angelo Agostini de propósito), do Suplemento Infantil/Juvenil, de Adolfo Aizen e Roberto Marinho, de Robert Crumb e sua amiga Janis Joplin, dos Mutantes e de Alain Voss, dos punks, do underground na região, da Gothan City do ABC e da arte do Hulk'a'Billy. Fechei com o fanzine do Betinho Moraes, que em breve terá seu lançamento anunciado. O fato de estar ao vivo e sem script me fez cometer alguns deslizes, como ter citado o Superman no lugar do Tarzan ( antes dele ser criado), mas no fim, foi muito bom ter participado e ter mostrado o quanto as HQs são influentes na cultura nacional. Agradeço ao Rick e a equipe da TV ABC Repórter pelo bom resultado apresentado.

https://www.facebook.com/JornalABCReporter/videos/1754997011232767/?hc_ref=ARSP-PIqEurRr8VaguexASRRWV0ZgUj2B9ZeZ5HhUBYzqORB3ZvWOxFTiWKSsFoiMmY

8 de fevereiro de 2018

Entrevista hoje no "Universo Rick"


Hoje vou ser entrevistado pelo Ricardo "Rick and Roll" Martins em seu programa "Universo Rick" na TV Repórter do jornal ABC Repórter. Conversaremos sobre história em quadrinhos, música, cultura, literatura e levarei alguns itens da minha coleção que ilustrarão esse bate-papo. Também mostrarei minha última produção, o rockzine em homenagem ao saudoso guitarrista do ABC, Betinho Moraes, além de outras produções literárias. A entrevista será às 18h45 e pode ser acessada nos links abaixo:

https://www.facebook.com/JornalABCReporter     ou

https://www.facebook.com/hashtag/universorick?source=feed_text&story_id=1533758643404643

7 de fevereiro de 2018

Festival e apresentação do Ira na Metodista (Rudge Ramos Jornal - 04/10/1991)


Desencavei aqui uma matéria que fiz no já longínquo ano de 1991 para o Rudge Ramos Jornal de São Bernardo do Campo/SP. Na ocasião cursava o curso de Comunicação da Faculdade Metodista - fazendo hora extra, pois já tinha me formado no ano anterior - e o jornal era o nosso canal oficial na imprensa. A matéria foi sobre o Festival Universitário da Canção (1º FUC), realizado nas dependências da faculdade, com destaque para a apresentação especial do Ira!, que completava naquele ano seu décimo aniversário. Minha memória tinha deletado essa matéria e foi muito bacana reencontrá-la nos meus guardados. Acima e abaixo, a matéria na íntegra.


6 de fevereiro de 2018

Um poema para o Zhô

Eu e o Zhô na Feira Tambaqui em 2015

No ano passado, em evento de fanzine em Santo André, encontrei o imprescindível casal Zhô Bertholini e Jurema Barreto de Souza que tanto já fez pela poesia e cultura andreense, e o próprio Zhô fez questão de comentar positivamente sobre a poesia que fiz em sua homenagem em 2015 ( logo depois do post que fiz aqui  ( http://almanaquedomalu.blogspot.com.br/2015/05/a-poesia-de-zho-bertolini-nas-ruas-de.html )e que lhe chegou em mãos um tempo depois. Perguntou - vejam só - se ele poderia usá-la em eventos por aí. Respondi logicamente que a poesia, embora feita por mim, era dele,e que ele poderia fazer o que quisesse com ela. Desde então, não reencontrei o Zhô, mas muita gente já viu, gostou e compartilhou o poema-homenagem. Deixo-o aqui no Almanaque também, para que se espalhe ainda mais. Zhô merece.

MÁGICO ÔHZ


COM O ZHÔ
NÃO TEM AZIA
NÃO TEM ZZZZZ
AZINAVRE
ZUMZUMZUM
ZOEIRA
ZHÔ É ZEN
ZANGA
AZOUGUE
E A SUA POESIA
NO ZIGUE ZIGUE-ZAGUE
É ARTILHEIRA E ZAGUEIRA
TEM EIRA
BEIRA
VOZ
PRIMAZIA


(02/09/2015)


5 de fevereiro de 2018

Nas terras de Monteiro Lobato


No feriado de aniversário de São Paulo acabei saindo de São Paulo com a família - nada pessoal com essa cidade que eu amo - em passeio pelo Vale do Ribeira, mais precisamente em Taubaté e Itaim, cidades que preservam memórias do escritor Monteiro Lobato, ícone da nossa literatura e monstro sagrado do gênero infanto-juvenil. A primeira parada foi o Museu Monteiro Lobato, em Taubaté, um caloroso local cultural com muito quintal ( e árvores, principalmente mangueiras), teatrinho e uma casa que serve ao acervo, cheia de janelas e com um cruzeiro logo à sua frente. No quintal, nos encantamos com o bosque a volta e subimos nos galhos sem cerimônia. Neste quintal com réplicas dos famosos personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo, fiquei deslumbrado com uma fruta chamada "Maçã de Elefante". Dentro do museu, quadros, móveis e objetos doados por famílias tradicionais da região faziam companhia à coleções de livros de Monteiro Lobato e alguns pertences do próprio, que ali conheci também como aquarelista e desenhista. Ampliações e molduras em destaque completavam o mergulho ao mundo onírico do escritor, com frases de sua autoria, além de trechos e ilustrações dos seus famosos livros. Dali, fomos para a vizinha Itaim que tem em seu patrimônio histórico uma réplica da casa da Dona Benta, ou seja, a casa mor do Sitio do Pica-pau Amarelo! Lá, mais janelas, mas com uma paisagem adiante mais natural, recortada por vales verdes, um viveiro com coelhos e aves, e um acervo ainda mais rico que o do museu em Taubaté, com móveis e objetos antiquíssimos em sintonia com obras e escritos de Monteiro Lobato. Vale lembrar que logo na entrada, atores vestidos de Pedrinho, Emília e Tio Barnabé recepcionavam os convidados e avisavam sobre a peça que começaria em seguida no teatrinho dos fundos da grande casa. Saímos de lá em estado de magia, com um respeito ainda maior à inigualável obra de Lobato. Ainda tive tempo para clicar alguns lagartos que vivem no parque ao lado. Um pouco do que vimos nesse passeio cultural pode ser apreciado nas imagens abaixo.








Aquarelas assinadas por Monteiro Lobato


Jeca Tatu por Voltolino



Batizado de Monteiro Lobato









Ilustração de Leandro



A tal "maçã de elefante"



Esta e as demais fotos abaixo já são em Itaim, cidade vizinha à Taubaté onde se encontra a "Casa da Dona Benta"